fbpx

7 cuidados com a sua saúde bucal pós-cirurgia

 Em Pós-cirúrgico, Público em geral

Essas dicas ajudam a garantir que a dor e o desconforto serão os mínimos possíveis, além de evitar algumas complicações. Leia!

Muitas vezes, alguns dentes não conseguem nascer por falta de espaço na arcada dentária, por possuírem uma má formação ou um posicionamento anormal, obrigando a sua extração. Além dessa, a colocação de implantes dentários é a cirurgia dentária mais comum.

O sucesso desse tipo de cirurgia depende não só do procedimento feito pelo seu dentista mas, também, dos cuidados que você tem em casa nos dias seguintes à operação. As dicas abaixo ajudam a garantir que a dor e o desconforto serão os mínimos possíveis, além de evitar algumas complicações. Para que sua boca se recupere da melhor maneira possível, continue lendo!

Siga uma dieta especial

Com a alta sensibilidade da mucosa da boca no período pós-cirúrgico, a alimentação deve ser feita com algumas restrições:

  • Comidas quentes, duras ou difíceis de mastigar só pioram a dor e são proibidas nos primeiros dias;
  • algumas horas após a cirurgia, prefira alimentos líquidos e gelados como iogurte, vitaminas e sorvetes;
  • depois disso, alimentos mais cremosos como sopas e purês também podem ser ingeridos, desde que sejam nutritivos e estejam, pelo menos, à temperatura ambiente.

Só a partir do final da primeira semana é que a alimentação deve voltar ao normal.

Use os medicamentos prescritos

Como a cirurgia gera uma trauma no tecido da boca que vai demandar um tempo para cicatrizar-se completamente, alguns medicamentos podem ser prescritos pelo seu dentista.

Analgésicos e anti-inflamatórios são os mais comuns, já que reduzem os sintomas de dor e o inchaço. Já o uso de antibióticos nem sempre é necessário, pois depende de cada caso e de cada dentista. Alguns enxaguantes bucais também podem ser recomendados para prevenir infecções no local da cirurgia.

Seja gentil na escovação

A cirurgia não é desculpa para não escovar os dentes, no entanto, a escovação não pode ser feita com a escova comum ou com a força empregada no dia a dia. Escolha escovas com a cabeça triangular, pequena e com pescoço alongado, para uma escovação efetiva.

A melhor opção é usar uma escova de cerdas ultra macias para o período pós-cirurgico. O enxágue da boca também deve ser feito de forma mais delicada, para evitar deslocar os pontos e provocar sangramentos. Pacientes que realizaram implantes devem utilizar diariamente escovas com cerdas e formatos especiais para garantir a limpeza adequada do material.

Use compressas

O tamanho do edema varia muito de pessoa a pessoa, dependendo da anatomia da boca e do rosto e do procedimento realizado. Porém, de qualquer forma, as compressas de gelo são grande aliadas para reduzir o inchaço nos primeiros dois dias.

Vale lembrar que o gelo não deve ser posto em contato direto com a pele, mas sim envolto por um pano ou dentro de uma bolsa, e só pode ser aplicado por, no máximo, 15 minutos.

Após o 2º dia, a recomendação é de compressas quentes, mantendo-se sempre o cuidado para não queimar a pele.

Descanse bastante

O mais importante, após a cirurgia, é repousar, evitando movimentar muito a boca. Recomenda-se as posições sentadas ou deitadas com um apoio mais alto sob as costas. Isso faz com que o rosto se mantenha elevado, reduzindo o inchaço. Também é importante evitar a exposição ao sol, ambientes muito quentes ou exercícios físicos vigorosos.

Não use cigarro ou álcool

Fumar e beber são estritamente proibidos após a cirurgia. O cigarro contém diversas substâncias tóxicas que podem se infiltrar no local operado e prejudicar a cicatrização. Já o álcool, pode sobrecarregar o fígado e provocar alguma lesão devido à combinação com os medicamentos.

Resolva o trismo muscular

Trismo é o nome dado à impossibilidade de abertura da boca devido à contração dos músculos da mastigação e é uma das possíveis complicações das cirurgias orais. Ela provoca dor intensa e impede a ingestão normal de alimentos, gerando grande desconforto ao paciente.

A grande maioria dos casos de trismo se resolve naturalmente com o repouso, no entanto, esse processo pode ser ajudado com compressas quentes e relaxantes musculares.

Independentemente da cirurgia feita, essas dicas serão úteis para os dias de repouso em casa.

O mais importante é sempre seguir as orientações do seu dentista e entrar em contato com ele caso haja alguma dúvida ou algum sintoma que não melhore com a medicação para que uma reavaliação seja feita.

Posts Recentes

Deixe um comentário