fbpx

As 9 melhores dicas para acabar com o mau hálito

 Em Cárie, Dia-a-dia, Mau Hálito / Halitose

Sofre por não conseguir acabar com a halitose? Leia esse artigo e descubra as 9 melhores dicas para acabar com o mau hálito!

O cheiro alterado das mucosas orais é sinal de que algo não está certo com a saúde do seu organismo. Apesar da halitose não ser uma doença, ela pode ser uma manifestação simples de alguma condição que precisa ser tratada.

As causas mais frequentes de halitose são de problemas na própria mucosa oral, como doenças dentais e gengivais não tratadas. Além do acúmulo saburra lingual que se forma com a boca seca.

9 dicas para acabar com o mau hálito

A halitose pode ser exterminada completamente com as dicas abaixo. Tente e veja os resultados de como conseguir uma boca mais saudável.

Escovação correta

O primeiro passo é a escovação, essa deve ser feita após cada refeição e com movimentos circulares em toda a superfície do dente. Deve ser usada uma escova com cerdas macias para higienizar a linha da gengiva sem causar lesões. A escova Supreme da TePe é perfeita para esse momento.

Banner Supreme

Limpeza interdental

Com a escovação conseguimos limpar apenas 60% dos dentes. Para a limpeza total é importante fazer uso de ferramentas para a higiene interdental. A TePe tem a escovinha interdental mais fina do mundo com apenas 0,4mm de espessura.

Com a espessura de um fio dental, ela entra nos menores espaços, retirando os restos de alimentos e acúmulo do biofilme dental. Evitando o mau hálito e a formação de tártaro ou doenças periodontais.

Mantenha a boca hidratada

Pessoas que sofrem com a xerostomia podem desenvolver mau hálito. A saliva é um detergente natural da boca e sem ela bactérias tendem a se proliferar. Nesse caso, a pessoa deve ingerir bastante água, no mínimo 2 litros por dia, e fazer uso de um repositor salivar enzimático para hidratar as mucosas.

Dê atenção a língua

O acúmulo de saburra lingual é um dos grandes vilões do mau hálito. Com o raspador de língua da TePe, a limpeza da língua é feita com apenas uma passagem e não causa náuseas por ter formato afilado.

Cuidado com as dietas

Dietas muito restritivas e sem o consumo de carboidratos podem causar mau hálito. É recomendado o consumo de alimentos que afastam o cheiro desagradável, tais como:

  • Maçã;
  • Pepino;
  • Cenoura;
  • Gengibre;
  • Hortelã.

Tenha os exames em dia

De nada vale seguir todos os passos para acabar com a halitose se a causa principal é outra. Existem doenças sistêmicas que tem como sintoma o mau hálito, como: diabetes, amidalites e disfunções no intestino.

Tenha hora para se alimentar

Não é recomendado ficar mais do que 3 horas sem se alimentar porque o suco gástrico poderá ser sentido na boca se o estômago estiver vazio.

Evite beber muito café

É comum a ingestão de café muitas vezes ao dia. Porém, esse é um hábito prejudicial para quem sofre com a halitose. A cafeína prejudica a produção da saliva de qualidade pelo corpo, o que resulta em uma boca ressecada, o que causa mau hálito.

Consulte um dentista 

O acompanhamento com um profissional de confiança é essencial para evitar o desconforto do mau hálito. Existem casos que o motivo principal da halitose não é visto a olho nu e apenas com os exames corretos ele poderá ser tratado.

A recomendação é que todas as pessoas, independente de sofrerem com o mau cheiro bucal ou não, visitem o profissional dentista pelo menos 1 vez a cada 6 meses para avaliação e limpeza profunda.

Conhece alguém que tem mau hálito e quer ajudar a solucionar o problema? Compartilhe esse post nas suas redes sociais e dê o toque que falta no seu amigo!

Posts Recentes

Deixe um comentário