fbpx

COMO FAZER UMA BOA HIGIENE BUCAL? APRENDA!

 Em Público em geral

Você sabe como fazer uma boa higiene bucal? Para responder essa pergunta você precisa entender que uma boca saudável não está relacionada com a quantidade de vezes que você escova os dentes. E para ajudar você, nesse artigo vamos aprender quais os passos precisamos seguir para ter uma boca saudável.

Mas porque precisamos ter uma boa higiene bucal?

Você sabia que a sua boca é formada por dentes, língua, gengiva, palato (céu da boca), bochechas e lábios? Isso mesmo, e para se ter uma boa higiene bucal devemos cuidar de cada uma dessas estruturas. (essa caixa é uma sugestão)

A higiene bucal é essencial para saúde e o bem-estar de qualquer indivíduo. A falta dele pode levar ao aparecimento de diversos problemas bucais e dentários. 

Manter uma higiene bucal em dia é um compromisso ao longo da vida. Quanto mais cedo você desenvolve os hábitos de uma boa higiene bucal, mais fácil será evitar futuros problemas de saúde.

Higiene bucal no Brasil 

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde e o Ministério da Saúde:

  • No Brasil, 60% das crianças de 5 anos de idade apresentam pelo menos um dente decíduo cariado;
  • 90% dos adolescentes de 15 a 19 anos apresentam pelo menos um dente permanente com cárie;
  • A média de dentes atacados pela cárie entre os adultos (35 a 44 anos) é de cerca de 20 dentes e, aproximadamente, 27 dentes na faixa etária de 65 a 74 anos.
  • E mais de 28% dos adultos e 75% dos idosos não possuem nenhum dente funcional em pelo menos uma arcada.

Mas como fazer uma boa higiene bucal?

Uma boa higiene bucal diminui o risco de desenvolvimento de problemas bucais e dentários. Os problemas mais comuns são as cáries, as doenças gengivais, e o mau hálito.

Mas será que você tem feito uma boa higiene bucal? Se não, vamos aprender alguns pontos importantes, para se ter uma boca saudável.

Escovação

Escovar os dentes deve ser um hábito diário, sendo este a principal ferramenta para uma boa higiene bucal.

Quando você escova os dentes corretamente, há uma redução na placa bacteriana – que se acumulam nos dentes, entre os dentes e na língua – prevenindo assim, cáries, tártaros, doenças gengivais e o mau hálito.

Escove os dentes, pelo menos, três vezes ao dia – de preferência após as refeições – usando uma escova de cerdas macias, para não machuca a gengiva e desgasta os dentes.

O tamanho e a forma da cabeça da escola devem se ajustar à sua boca, permitindo que alcance todas as áreas facilmente.

Troque sua escova de dentes a cada três ou quatro meses, após um quadro viral e quando as cerdas estiverem desgastadas ou amassadas. É tão importante quanto a qualidade da sua escova, é a utilização de um creme dental com flúor.

Porém, não adianta uma escovação regular, se você não faz uso de uma técnica eficiente. Atualmente, dentre tantas técnicas de escovação, a mais recomendada pelos dentistas e a de Bass Modificada. Que você pode conhecer no vídeo abaixo:

Higienização da língua

Ter uma boa higiene bucal é mais do que cuidar dos seus dentes. Sua língua também precisa de atenção. Pois, a limpeza correta da língua é essencial para evitar certas condições bucais, como o mau hálito.

A falta de uma higienização eficiente da língua, pode causar um crescimento no número de bactérias presas a ela, provocando o aparecimento da Saburra Lingual.

A Saburra Lingual tem a aparência de um revestimento branco ou amarelado que é causado pelo acúmulo de detritos de alimentos, bactérias e células mortas alojadas entre as papilas presentes na língua, causando um odor fétido e afetando seu paladar.

Por isso, é importante criar o hábito de limpar bem a língua pelo menos uma vez ao dia. Você pode usar um limpador de língua, ou usar a sua própria escova de dentes para isso.

A higienização da língua deve se tornar uma rotina para que se tenha uma boa higiene bucal.

Uso do fio dental

Muitos não acreditam, mas o uso do fio dental desempenha um papel muito importante para uma boca saudável. E que seu uso deve ser feito pelo menos, uma vez ao dia.

O fio dental é um limpador interdental e serve para remover a placa bacteriana, ou biofilme, nos espaços apertados entre os dentes e o espaço entre a base dos dentes e a gengiva. Que são lugares onde a escova de dentes não pode alcançar.

Use escovas interdentais

As escovas interdentais são pequenas escovas utilizadas para uma limpeza completa entre os dentes.

Elas são escovas menores que acessam lugares que as escovas de dentes comuns não conseguem alcançar, removendo toda a placa bacteriana e os alimentos acumulados ao longo do dia.

Devem ser utilizadas, pelo menos, uma vez ao dia,. As escovas interdentais possuem cerdas cônicas ou cilíndricas, e são indicadas para qualquer pessoa, especialmente, para as que fazem uso de aparelho ortodônticos.

As escovas interdentais não devem substituir a escova de dentes comum. Sua utilização ajuda a prevenção de cáries e problemas gengivais. Estando disponíveis em vários tamanhos, para que você possa encontrar uma que se adapte perfeitamente aos seus dentes.

Enxaguante bucal

Você pode melhorar sua rotina de cuidados com a higiene bucal, combinando a escovação e o uso do fio dental, com um enxaguante bucal.

Embora o enxaguante bucal não substitua a escovação, ele possui algumas características interessantes como refrescar o hálito se você sofre com mau hálito crônico (halitose), podem ajudar a proteger os dentes contra os ácidos produzidos pelas bactérias da placa bacteriana, e até combater infecções fúngicas ou um surto de problemas de gengiva.

Basicamente existem dois tipos de enxaguantes bucais: os terapêuticos (com álcool) e os refrescantes (sem álcool).

Os com álcool devem ser evitados, sendo utilizados apenas nos casos de uma prescrição profissional, pois podem provocar descamação da mucosa bucal, inibição das glândulas salivares e prejudicar o esmalte dentinário.

Já os enxaguantes sem álcool são mais adequados para o uso no dia a dia, pois reduzem ou acabam temporariamente com o mau hálito, têm um sabor agradável e causam uma sensação de frescor na boca.

Dieta

Manter uma dieta saudável controlando a ingestão de alimentos ricos em açúcares e carboidratos, ajudam a manter sua boca saudável, pois esses são fontes de nutrientes para proliferação das bactérias presentes na boca.

Beber água ajuda a manter um fluxo salivar normal, e a saliva desempenha um papel importante prevenindo o crescimento de bactérias.

Visite seu dentista regularmente

Vá ao dentista a cada três meses, não deixe para ir apenas quando você tiver um problema que precise ser solucionado. A prevenção é sempre o melhor tratamento.

Por fim, existem certos hábitos que prejudicam sua higiene bucal, com o fumo, o consumo de álcool e a má alimentação.  

 

Posts Recentes

Deixe um comentário