fbpx

Como escolher uma escova de dentes para você?

 Em Veja como usar

Hoje temos todo tipo de escovas à venda: dura, macia, cerdas arredondadas, coloridas, etc. São tantos os modelos no mercado mas qual escolher? Veja!

As primeiras escovas de dentes eram bem diferentes do que estamos acostumados. Primeiramente feitas de pelos de animais e lascas de árvore, só anos depois os materiais foram substituídos para náilon e plástico. Visto que as cerdas artificiais são bem mais resistentes à água e ao atrito, e não acumulam sujeira. 

Hoje em dia no mercado temos todo tipo de escovas à venda: dura, macia, cabeça arredondada, cerdas mistas com borracha, coloridas, etc. São tantos os modelos disponíveis que isso acaba dificultando como escolher uma escova de dentes, não é mesmo?

Não adianta nada escolher suas escovas de dente pelo design ou preço. A escova ideal deve seguir algumas características físicas que causam maior conforto na hora da escovação e alcance todos os pequenos espaços. 

É importante sempre lembrar que uma boa escovação não precisa de força, apenas uma técnica executada da maneira correta! 

Nos tópicos abaixo vamos te ensinar as regras de ouro na hora de escolher sua escova de dentes. Leia, coloque em prática e tenha sempre dentes limpos e um sorriso lindo! 

Conheça os tipos de cerdas

Os filamentos presos no cabo são a parte mais importante da escova de dentes. Eles que conseguem retirar os acúmulos de biofilme dental, os restos alimentares, o que evita cáries, bactérias indesejadas e doenças periodontais. 

Cerdas regulares

Muitas pessoas tem a impressão que cerdas duras limpam melhor, porém, elas são muito prejudiciais a saúde bucal. Com efeito altamente abrasivo, escovas com cerdas duras machucam a mucosa bucal e podem causar a retração da gengiva. Pacientes com sensibilidade conseguem sentir quase que imediatamente a piora.

Cerdas macias

Este é o tipo de cerda mais indicado pelos dentistas para o uso diário. As cerdas macias conseguem limpar os dentes e a linha gengival sem causar nenhum tipo de trauma na boca. Por ter uma textura mais delicada, a escovação não causa piora em casos de retração e nem em casos de sensibilidade nos dentes. 

Cerdas extra macias

As cerdas extra macias são ótimas para quem prefere uma limpeza gentil dos dentes e da linha gengival. Essa qualidade de textura pode ser indicada preferencialmente para quem sofre com retração, sensibilidade e raiz exposta. 

Cerdas ultra macias 

Indicadas para situações específicas em que o paciente sofre com alguma condição bucal que deixe a região delicada. As cerdas ultra macias podem ser usadas após uma cirurgia na boca ou casos de mucosite. 

Formato das cerdas

A escova ideal para os cuidados com seus dentes deve ter cerdas com polimento arredondado para evitar lesões na gengiva por conta da escovação. Cerdas polidas também costumam reter mais o creme dental, o que facilita a escovação.

Cerdas mistas com borracha devem ser evitadas já que acumulam bactérias, podem se prender na mucosa bucal e causar ferimentos. 

Considere o tamanho e material do cabo

O cabo ideal é de plástico para manter a higiene impecável e evitar o acúmulo de fungos, bactérias e rachaduras na superfície. Outra característica importante é o formato anatômico que dá sustentação à escovação. 

O cabo escorregadio ou a pegada errada da escova pode resultar em lesões graves na gengiva, bochecha e língua. O cabo sempre deve ter espaço reservado para apoio do dedão e boa empunhadura. 

Além disso, é importante pensar também no pescoço da escova. É essa parte da escova que permite a mobilidade da escova na boca, o que facilita na escovação do lado interior dos dentes molares.  

Tamanho da cabeça 

A escova de dentes ideal para você deve seguir as seguintes características:

  • Cabeça afilada para alcançar os dentes posteriores sem machucar a bochecha;
  • Cabeça pequena para evitar lesões na linha gengival;
  • Parte de trás lisa para evitar acúmulo de bactérias e fungos.

Outros passos da higiene bucal

Apesar da escovação ser o principal passo da higiene, ela não deve ser o único! É necessária a escovação sempre dos 5 lados dos dentes, o que quer dizer: lado frontal, posterior, em cima e dos dois lados. 

Esquecer dos espaços interdentais e da língua no momento da escovação é mais comum do que parece e perigoso para a saúde. A falta de higiene deixa que ao longo das horas, dias e semanas o biofilme se acumule e se transforme em tártaro. Além de deixar a boca muito mais propícia para acúmulo de bactérias. 

 

O inimigo número um nesses casos costuma ser o mau hálito, que mesmo com escovações frequentes não consegue ser eliminado pois o real problema está nos espaços de difícil acesso. Veja como evitar o mau hálito e outros problemas abaixo!

Faça a higiene da língua

Você sabia que a sujeira depositada na língua, a saburra, é responsável pela maioria das queixas de mau hálito? Limpar a língua é tão importante quanto escovar os dentes ou usar o fio dental.

 

Leia também: As 9 melhores dicas para evitar o mau hálito!

 

O limpador de língua é a ferramenta mais eficaz na remoção da saburra. Os limpadores em formato de arco promovem a sensação de melhor limpeza. 

 

É recomendado o uso de um limpador com arcos afilados para a higiene mais fácil da língua sem causar reflexos de vômito. O raspador de língua da TePe conta com 3 superfícies de contato que facilitam a remoção de saburra e necessitam ser passados apenas uma vez. 

Limpe entre os dentes

A limpeza dos 5 lados dos dentes inclue os espaços interdentais e para alcançar os pequenos espaços é necessária a ajuda de materiais como fio dental e/ou escovas interdentais. 

 

Indicamos que após cada refeição seja feita a higiene completa da boca com a escovação dos dentes, uso do raspador de língua, fio dental e escova interdental para manter sempre seus dentes lindos e saudáveis.

 

Tenha sempre em mente que a recomendação universal é trocar a sua escova de dentes a cada 3 meses de uso, ou quando as cerdas já estiverem danificadas. Depois de uma gripe ou resfriado, também é recomendável substituir sua escova de dentes.

 

Gostou de nossas dicas de como escolher uma escova de dentes para você? Tem ainda alguma dúvida sobre o assunto? Deixe o seu comentário!

 

Posts Recentes

Deixe um comentário