fbpx

Confira 17 alimentos que podem manchar os dentes

 Em Cárie, Dia-a-dia

Bebidas e alimentos podem influenciar diretamente na coloração dos seus dentes. Confira neste artigo 17 alimentos que podem manchar os dentes!

Um sorriso bonito é algo que todo mundo almeja, seja ele natural ou com intervenções de clareamento, aparelhos fixos, implantes, lentes de contato e tantas outras opções.

Para dentes perfeitos precisamos tomar cuidado com alguns alimentos e hábitos que podem alterar sua coloração.

Alimentos podem manchar os dentes por 2 motivos principais: pela sua pigmentação excessiva ou pela sua acidez. Em alguns casos esses dois motivos estão associados e aí que devemos tomar o dobro do cuidado.  

A dentina é a segunda camada do dente, logo abaixo do esmalte dental, ela que define a cor dos dentes, essa pode ter uma variação muito grande de tonalidades.

Alguns dentes são naturalmente amarelados ou escurecidos, mesmo sem a influência de alimentos, e esse fator de nada interfere a saúde da boca.

Confira 17 alimentos que podem manchar os dentes

  1. Café;
  2. Abacaxi;
  3. Laranja;
  4. Amora;
  5. Tangerina;
  6. Açaí;
  7. Limão;
  8. Vinho tinto;
  9. Mirtilo;
  10. Suco de uva;
  11. Chá preto;
  12. Beterraba;
  13. Molho shoyo;
  14. Catchup;
  15. Refrigerante;
  16. Vitaminas efervescentes;
  17. Frutas cítricas.

Como evitar as manchas

É recomendado que logo após a ingestão de um dos alimentos acima você realize um bochecho com água. Dentistas recomendam que a escovação só seja realizada após 20 minutos, antes disso o movimento da escova nos dentes pode ajudar a acidez e o pigmento a penetrar no esmalte. Durante esse tempo de pausa a saliva também pode agir remineralizando os dentes, corrigindo o problema.

A escovação deve ser realizada da forma correta para remover resíduos de corantes, pois apesar da diferença não ser imediata a coloração dos dentes pode se alterar com o tempo.

Com a higiene bucal adequada, o seu sorriso ficará cada vez mais bonito. Continue lendo para descobrir a forma correta de escovar os dentes, evitando manchas e doenças bucais!

O primeiro passo da escovação é a frequência com que ela deve ser feita. É recomendado que após cada refeição você higienize os dentes com uma escova de cerdas macias e cabeça pequena.

As cerdas macias da escova limpam ser ferir a gengiva, evitando lesões e sangramentos desnecessários. Já a cabeça pequena deve ser assim para gerar maior conforto na escovação dos dentes posteriores. Além dessas características, a escova deve ter um cabo anatômico, o que evita que a escova “escape” da mão e machuque um dente ou a gengiva.

A escova TePe mais recomendada e que cumpre todas as funções é a escova Supreme. Com cerdas em dois níveis de altura, ela é capaz de alcançar entre os dentes e retirar restos de alimentos.

Com os alimentos acima a língua também tende a ficar manchada, mesmo que a mancha saia é recomendado para a higiene o uso de um raspador lingual.

Com três superfícies de raspagem que retiram toda a saburra lingual com apenas uma passada, o raspador lingual da TePe tem design diferenciado para evitar o reflexo de vômito com seu uso.

Para finalizar a higiene completa da boca é recomendada a limpeza entre os dentes. Com fio dental e escovas interdentais seus dentes estarão completamente limpos. Devendo ser utilizados após a escovação, a TePe conta com as ferramentas corretas para te ajudar!

O Mini flosser é prático por se encaixar entre os dentes com a própria mordida do paciente, já a escovinha interdental alcança espaços côncavos entre os dentes e tem arame revestido para evitar choques galvânicos.

Com todas as informações e dicas acima esperamos ver todos os nossos clientes com um lindo sorriso no rosto! Compartilhe o post em suas redes sociais ou marque um amigo nos comentários!

Posts Recentes

Deixe um comentário