fbpx

Escovas de dentes de uso diário com cerdas ultra macias são eficazes?

 Em Dia-a-dia, Público em geral

A diferença das cerdas macias e ultra macias pode ser pequena se olharmos a olhos nus. Entenda a real diferença de funcionalidade.

O nicho de escovas de dentes apresenta diferentes densidades em suas cerdas. Em uma busca rápida na farmácia é possível encontrar pelo menos 4 tipos de cerdas: firmes, regulares, macias e ultramacias.

A grande oferta e ascensão de algumas marcas podem deixar o consumidor com dúvidas de qual é a melhor opção para realizar a escovação diária.

Para começar a entender sobre o assunto é necessário aprender sobre como deve ser feita a escovação ideal dos dentes.

A escova ideal tem cerdas com densidade capaz de realizar a escovação na linha gengival sem ferir esse tecido tão sensível. A escova ideal não deve ter cerdas duras em nenhuma hipótese.

A gengiva é um tecido delicado que recobre as estruturas que sustentam os dentes. Com a alimentação e fluxo salivar, esse tecido tende a acumular bactérias e restos de alimentos, devendo ser higienizado.

As lesões causadas na gengiva pela escovação com escovas de cerdas muito duras podem causar diversos problemas como: retração gengival, periodontite e aftas. Esses transtornos prejudicam não só a boca mas também a estética dos dentes, que podem ficar com a raiz exposta, moles, e até necessitar de uma cirurgia na correção da linha gengival.

As escovas ultra macias

Esse tipo de escova costuma ter mais cerdas do que as escovas tradicionais para compensar a sua densidade. Como por exemplo as escovas ultra macias com mais de 5 mil filamentos. A grande oferta no mercado e ascensão deve ser analisada com base em estudos científicos.

Uma pesquisa publicada em 2009 da Revista ImplantNewsPerio afirma que as escovas com muitas cerdas não fazem diferença no controle do biofilme dental. Sendo assim, cumprindo a mesma função com menor número de cerdas.

O que é biofilme dental

O biofilme dental nada mais é do que uma película pegajosa e esbranquiçada que reveste os dentes quando não existe a higiene correta. Essa película é o maior causador de cáries, tártaro e doenças bucais.

A forma mais simples e eficaz de controlar o avanço do biofilme é a escovação com as ferramentas corretas. Por este motivo a escovação diária não deve ser feita com escovas de cerdas ultramacias. Elas devem ser deixadas para o uso pós cirúrgico ou de sensibilidade extrema dos dentes ou da língua (como nos casos de mucosite).

A escova ideal para o uso diário

Como descrito acima, a escova ideal para higienizar as mucosas orais deve ser macia.

A Supreme da TePe é a favorita de muitas pessoas para a higiene do dia a dia pelas suas características positivas. São elas:

  • Cerdas macias que são eficientes e permitem uma escovação suave na linha da gengiva sem ferir;
  • Cerdas em dois níveis que alcançam pequenos espaços entre os dentes;
  • Cabo anatômico para evitar deslizes que geram lesões durante a escovação;
  • Pescoço alongado que permite boa mobilidade dentro da boca;
  • Cabeça pequena e triangular que alcança até os dentes posteriores de forma confortável.

As escovas de dente da TePe estão disponíveis em diversas farmácias pelo Brasil e pelo mundo! Encontre um de nossos revendedores perto de você e comprove a eficiência das escovas profissionais!

Banner Loja Perto de Você

Posts Recentes

Deixe um comentário