fbpx

Gengiva inchada: o que pode ser e como tratar!

 Em Dia-a-dia, Gengiva

A gengiva inchada pode causar sangramentos e ser o alerta para doenças bucais graves. Entenda neste artigo o que pode ser e como tratar!

Podendo ser chamada também de edema gengival, o inchaço na gengiva causa sensibilidade e em muitos casos, dor. A gengiva inchada é um dos sinais mais comuns de gengivite, uma inflamação causada por bactérias.

O inchaço normalmente começa no encontro da gengiva com o dente e pode se agravar deixando o local avermelhado. Muitas vezes você só percebe o inchaço quando escova os dentes ou faz uso do fio dental e sua gengiva sangra. É importante manter sempre em mente que gengivas saudáveis não sangram!

Estar atento a sua higiene bucal e se consultar com o dentista pelo menos 1 vez por ano são os passos mínimos para cuidar da cavidade oral. A higiene incorreta costuma ser a principal causa da gengivite.

Qual a causa da gengivite?

A gengivite é a inflamação causada pelo acúmulo de bactérias e restos alimentares nos dentes. O processo consiste em: pessoa que não escova os dentes corretamente, os restos e as bactérias se acumulam e endurecem, formando o tártaro, o que deixa a gengiva irritada e sensível.

Diagnóstico da gengivite

Apenas um dentista poderá diagnosticar se o inchaço na gengiva se trata realmente de gengivite. Buscar um profissional o mais rápido possível é o que ajuda o tratamento a ser mais satisfatório e não se tornar recorrente.

A especialidade de dentista que você deve procurar nestes casos é a periodontia. Neste ramo da odontologia o profissional cuida dos dentes e tecidos normais da boca e dos problemas que aparecem próximos aos dentes.

Na consulta, o dentista deve examinar a boca como um todo avaliando o estado dos dentes, gengivas, língua e todos os tecidos. O objetivo da avaliação é buscar por acúmulos anormais de tártaro, placa e reconhecer a gravidade do inchaço gengival.

Qual o tratamento indicado para gengivite?

Tratar a gengivite é importante para evitar a evolução para doenças mais graves como a periodontite. O tratamento tem como objetivo reverter o quadro e eliminar as causas do problema.

No consultório deve ser feita a profilaxia, que é nada mais nada menos do que a limpeza que já conhecemos. Esse procedimento consegue remover todo o tártaro e placa que fica nos espaços interproximais e na base do dente.

Quando a gengivite está no começo, apenas a limpeza costuma resolver o problema. Porém, o paciente deve seguir cuidando da sua higiene bucal em casa com muito cuidado para evitar a recorrência da gengivite.

Como evitar o retorno da gengivite?

Para evitar o retorno da gengivite aprender a realizar a higiene bucal de forma correta é essencial. Os cuidados com a boca podem ser divididos em 3 etapas que devem ser cumpridas todos os dias, pelo menos 3 vezes ao dia. As etapas são:

Escovação

O hábito de escovar os dentes deve ser feito após cada refeição. Você deve optar sempre por escovas com cerdas macias e cabeça pequena, para limpar todos os dentes de forma fácil e não ferir a gengiva.

A escova deve ficar a 45º da gengiva enquanto você realiza movimentos de varrer, indo sempre da gengiva até a ponta do dente. Depois devem ser feitos movimentos circulares em todos os dentes para retirar de forma gentil o acúmulo de biofilme.

A TePe conta com a escova Supreme para realizar a limpeza diária de forma eficaz. Suas cerdas tem dois níveis para limpar entre os dentes e na linha da gengiva. A cabeça é pequena e afilada para alcançar os dentes posteriores.

Limpeza interdental

Os pequenos espaços entre os dentes são locais que acumulam muitas bactérias e restos alimentares, por isso devem ser limpos diariamente. Após a escovação normal os espaços entre os dentes devem ser limpos com uma escovinha interdental.

A TePe é famosa pelas suas escovinhas Interdentais de qualidade. Disponíveis em 8 tamanhos, as interdentais alcançam espaços que nem o fio dental consegue chegar. Veja na imagem abaixo!

Limpeza da língua

Para retirar o acúmulo de biofilme, restos de alimentos e bactérias que ficam na língua, é necessário fazer uso de um raspador após cada escovação.

O Raspador de línguas da TePe conta com 3 superfícies de contato, fazendo a limpeza com apenas uma passada. O seu formato afilado impede reações de vômito durante o uso, além de ter pegada anatômica.

Outras possíveis causas da gengiva inchada

  • Diabetes;
  • Leucemia;
  • Herpes labial;
  • Tabagismo;
  • Falta de higiene;
  • Infecção no local;
  • Alterações hormonais;
  • Escovar os dentes com muita força;
  • Trauma bucal devido aparelho ou dentadura;
  • Deficiência de vitamina C e B3 no corpo;
  • Reação alérgica a alimentos ou pasta de dentes;
  • Reação do corpo a medicamento.

Conhece alguém que está com a gengiva inchada e não sabe porque? Compartilhe este post nas suas redes sociais e ajuda seus amigos a cuidarem melhor da saúde da boca!

Posts Recentes

Deixe um comentário

 

UM PRESENTE
CRIATIVO E
SUSTENTÁVEL
TePe GOOD
VER PRODUTO
TePe GOOD com desconto
Compre sua escova sustentável e receba na sua casa!
Economizar e cuidar da natureza
Não me importo com a natureza