fbpx

Mas o que é um sorriso gengival? – Saiba mais e como tratar

 Em Sem categoria

Você já ouviu falar alguma coisa sobre o sorriso gengival? Não? Estamos aqui para esclarecer este assunto para você hoje!

Este é o sorriso que deixa à mostra uma quantidade excessiva de saliva.

Mas você sabe o que causa esta condição ou sabe se existe algum tratamento para livrar-se deste desconforto?

Continue a leitura deste artigo para entender melhor sobre o sorriso gengival.

O que é o sorriso gengival?

Esta não é uma condição difícil de ser identificada. O sorriso gengival é caracterizado pelo excesso de gengiva, que é um problema ainda mais evidente quando a pessoa sorri.

De acordo com especialistas, ao dar um sorriso, o normal é que seja tudo bem harmônico entre os dentes, as gengivas e os lábios.

Caso o paciente apresente algo acima de 3mm de gengiva, já pode ser caracterizado como um paciente com o sorriso gengival.

Mas o que causa essa desordem estética?

Os fatores genéticos são apontados como os maiores causadores do sorriso gengival.

Estes fatores ainda podem estar relacionados aos elementos musculares, como a hiperatividade do músculo levantador do lábio superior e depressor do lábio inferior, ou dos músculos esqueléticos gengivais.

Além disso, ainda podemos apontar outras possíveis causas para esta desordem, como a hipertrofia gengival causada pelo uso de aparelhos ortodônticos e uso de algumas medicações antiepiléticas ou imunodepressoras.

O sorriso gengival é somente uma questão estética ou pode ser prejudicial à saúde?

Por mais que quando falamos sobre a estética, o sorriso gengival seja algo que incomode bastante os pacientes, esta não será a única consequência deste quadro.

Com uma maior exposição das gengivas, o paciente poderá apresentar um maior ressecamento do local, deixando a área ainda mais vulnerável a infecções ou inflamações na região.

A gengivite em pessoas que apresentam o sorriso gengival é muito comum, já que o ambiente mais ressecado é mais propício para a proliferação das placas bacterianas.

Por isso, é muito importante ter uma atenção redobrada à sua saúde oral e, neste caso, à saúde de suas gengivas.

Como posso tratar?

Apesar de ser algo que não apresenta tanto risco em si, o sorriso gengival é uma desordem estética que acaba afetando diretamente a autoestima do paciente e faz com o hábito de sorrir se torne cada vez mais raro.

O desconforto e a sensação de que a gengiva é a parte que mais chama atenção na sua pessoa é algo que só quem possui esse tipo de sorriso sente dia após dia, e nesses casos, buscar um tratamento talvez seja a melhor solução.

Felizmente, existem diversas formas de tratamento que podem ser indicadas, sejam cirúrgicas ou não.

Os principais procedimentos são: toxina botulínica (botox), gengivectomia, gengivoplastia e a cirurgia ortogonática.

Quer saber mais sobre cada um deles?

Toxina botulínica (botox)

Esta é a técnica menos invasiva para tratar o sorriso gengival.

A aplicação da toxina botulínica também é ótima para casos em que o elemento dental tem um tamanho maior, por conta da hiperatividade muscular.

Mas do que se trata esse procedimento afinal de contas ?

Quando há a aplicação desse material, acontece a diminuição ou paralisia da musculatura próximo a região bucal.

Isso auxilia o paciente a não conseguir mais erguer tanto o lábio superior, consequentemente reduzindo a quantidade de gengiva exposta.

Porém, vale destacar que esse tipo de procedimento não é algo definitivo e o paciente terá que retornar a um dentista especializado para que seja feita a reaplicação da toxina, já que ela costuma durar de 3 a 6 meses.

Gengivectomia

Essa é uma alternativa cirúrgica normalmente indicada em casos de hipertrofia gengival. Não costuma ser um processo demorado, levando de 30 minutos a 1 hora de duração.

A gengivectomia é feita com o auxílio de anestesia local, e o profissional é responsável por remover o excesso de tecido gengival ao redor dos dentes com um bisturi.

Apesar de parecer uma situação desagradável, o procedimento não é doloroso, o que pode acontecer é certo desconforto alguns dias após a cirurgia.

Outro aspecto que conta bastante é o fato de que o procedimento não deixa marcas nem cicatrizes na região, mas o paciente precisa ter um pouquinho de paciência e não pode se esquecer dos cuidados com a higiene.

Gengivoplastia

A gengivoplastia trata-se de uma cirurgia plástica que busca corrigir apenas as questões estéticas causadas pelo sorriso gengival.

Durante o procedimento, ocorre a retirada do excesso de tecido gengival, reconstruindo o contorno da gengiva ao redor dos dentes.

Isso faz com que haja uma remodelação da gengiva de maneira simples de forma que os defeitos provocados pelo sorriso gengival são facilmente resolvidos.

Cirurgia ortognática

A cirurgia ortognática está em alta nos últimos anos, e isso é facilmente explicado porque ela propõe a correção de irregularidades no desenvolvimento do esqueleto facial e dos dentes.

Esse tipo de procedimento busca o reposicionamento dos maxilares em relação à base do crânio, dessa forma a cirurgia proporciona um sorriso esteticamente mais bonito, além do encaixe correto da mordida.

Cuide bem da sua gengiva

Mesmo que você decida ou não aderir aos tratamentos indicados para corrigir o sorriso gengival, uma coisa não deve ser esquecida: cuidar da saúde da sua gengiva.

Para encerrar o assunto de hoje, separamos para você algumas dicas para que você cuide dela da maneira mais saudável possível.

  • Alimentação rica em vitamina C, alimentos fibrosos e cálcio;
  • Escovar os dentes corretamente e de maneira suave;
  • Em caso de gengivite, procurar tratamento imediatamente a fim de evitar uma possível evolução para periodontite;
  • Não se esquecer de passar o fio dental para eliminar os restinhos de alimentos que ficarem presos entre os dentes;
  • Usar enxaguante bucal para proteger ainda mais a saúde da sua boca

Conhece alguém que tem sorriso gengival? envie esse artigo para essa pessoa e ajude-a a tirar todas as dúvidas!

Posts Recentes

Deixe um comentário