fbpx

Os problemas de saúde bucal dos adultos, entenda!

 Em Cárie, Dente Amarelo, Dia-a-dia

A falta de cuidados com os dentes causa grandes problemas em todas as áreas da vida. Entenda neste artigo os problemas de saúde bucal dos adultos e como tratar!

A geração X, que nasceu entre os anos de 1960 e 1970, está sendo estudada por conta dos hábitos de higiene bucal. O estudo realizado pela Secretaria de Estado da Saúde, com apoio da FAPESP, examinou 17.560 pessoas.

Adultos entre 35 e 44 anos são os que estão na situação mais delicada atualmente, segundo o estudo. Os dados revelam de 50,57% dos entrevistados sofrem com algum tipo de problema de saúde bucal, tais como:

  • Dores de dente;
  • Sangramentos gengivais;
  • Inflamações bucais;
  • Cáries recorrentes;
  • Acúmulo de biofilme.

Temos que enxergar a boca como uma porta de entrada de bactérias e vírus, que precisa ser protegida para manter o corpo saudável. Veja todos os dados da pesquisa clicando AQUI!

Veja 3 dicas de higiene bucal

Para te ajudar na missão de mudar as estatísticas e melhorar sua saúde bucal, desenvolvemos um passo a passo com dicas para limpar sua boca e seus dentes de forma efetiva e prática, com os produtos que realmente fazem a diferença.

Dentistas recomendam a escovação dos dentes em três passos básicos que devem ser feitos todos os dias após cada refeição, ou pelo menos 3 vezes ao dia. Estes são:

Escovação

O movimento na hora de escovar deve sempre iniciar na junção da gengiva com o dente, e este pode ser o movimento de cima para baixo (no sentido gengiva para ponta) ou com movimentos circulares.

É bom manter em mente que os dentes devem sempre ser escovados de 2 em 2, e que cada movimento deve ser feito dez vezes, primeiro na parte de fora, depois por dentro, e para finalizar, nas coroas dentárias.

O creme dental para escovar seus dentes deve ser usado em pouca quantidade, é recomendado que um adulto use a porção no tamanho de uma ervilha.

Como escolher a escova ideal?

Deve ser escolhida uma escova com as cerdas macias, cabeça pequena, pescoço longo e cabo anatômico.
A escova com cabeça pequena, pescoço longo e cerdas macias permitem maior mobilidade da escova na boca, alcançando os pequenos espaços para higiene efetiva. 

O cabo da escova deve ser sempre anatômico, com uma boa pegada tem menos chances da escova escapar da mão e machucar gengivas, bochechas ou a língua. 

Escovas com cerdas duras devem ser evitadas sempre, já que podem causar retração gengival e traumas maiores. 

Você sabia? A escova tradicional higieniza apenas 60% da superfície dental, deixando os outros 40% se tornarem foco de cáries, tártaro e acúmulo de bactérias.

Higiene interdental 

Limpar entre os dentes é tão importante quanto escovar os dentes. O acúmulo de placa, restos alimentares e biofilme no espaço interdental é um risco direto a saúde dos seus dentes e gengivas. 

Após o uso da escova de dentes, os acúmulos dos espaços entre os dentes já estão mais moles e ficam mais fáceis de serem removidos totalmente, por isso a ordem.

A interdental tradicional macia da TePe conta com 8 tamanhos de calibre identificados por cor para atender a todos. A escovinha deve ser encaixada no espaço entre os dentes de forma que não fique nem muito justa, nem muito solta. E com movimentos de vai e vem, todo acúmulo de biofilme consegue ser retirado.

Com a interdental da TePe a escovação é completa, limpando os menores espaços de forma prática. 

Limpeza da língua

Após a escovação e a limpeza interdental, é importante fazer a higiene total da língua. Por não merecer a atenção necessária na maioria das vezes, a falta de limpeza da língua é um grande causador de mau hálito. 

Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais e ajude a TePe na missão de cuidar da saúde bucal de todos os brasileiros!

Posts Recentes

Deixe um comentário