fbpx

TUDO O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE AS CÁRIES E COMO PREVENÍ-LAS

 Em Sem categoria

As cáries são formadas por conta das bactérias Streptococcus mutans, que se agrupam formando os biofilmes.

Essas placas são formadas para ingerir o açúcar presente nos restos de comidas que ficam nos nossos dentes.

As cáries, quando juntas, produzem uma espécie de ácido capaz de corroer os minerais presentes nos dentes até que os mesmos se quebrem.

Sem falar desses processos biológicos, existem muitas coisas sobre as cáries que as pessoas ainda não sabem. E essa ausência de conhecimento, pode desencadear uma piora da saúde bucal.

Por isso, estamos aqui para falar de saúde e dos fatos desconhecidos a respeito deste assunto que acomete todos nós.

Ficou curioso (a)? Então confira.

Ter cárie não é algo que deve ser tratado como normal

Mesmo que mais da metade da população brasileira já tenha tido cáries pelo menos uma vez na vida, isso não deve ser encarado como algo corriqueiro.

É muito importante se prevenir para que as manchinhas e pontinhos não apareçam e desencadeiem na perda ou quebra dos dentes.

Mesmo que, segundo o Ministério da Saúde, o índice de pacientes com cáries tenha reduzido, elas ainda são um dos maiores problemas enfrentados nos consultórios odontológicos.

Especialistas alegam que as mudanças nos hábitos alimentares e na higiene bucal, podem contribuir para a redução da incidência desta doença.

As cáries vão muito além de problemas estéticos

Sabemos que ter cáries pode afetar diretamente na autoestima. Mas, prevenir-se desta doença vai muito além da garantia de um belo sorriso.

Caso não realize o tratamento de maneira adequada, as cáries poderão causar lesões na dentina e acarretar em dores constantes e aumento da sensibilidade dos dentes.

Além disso, com a presença das cáries, o indivíduo diminui o ritmo de mastigação e acaba afetando diretamente a digestão.

Quando se encontra em um estágio mais avançado, as cáries poderão causar problemas na polpa dentária, deixando os tecidos mais moles com nervos e vasos sanguíneos, o que acarreta em uma infecção.

A culpa das cáries não é só das bactérias

Há alguns anos atrás, todas as pesquisas atribuíam a questão das cáries como responsabilidade apenas das bactérias.

Mas não é bem assim, o outro fator responsável é o açúcar presente nos alimentos que ingerimos. As bactérias estão presentes nas bocas de todos os indivíduos, porém o açúcar, além de transformado em ácido por ação delas, faz uma seleção das bactérias mais “habilidosas” para realizar este processo.

A saliva é essencial para equilibrar a acidez da região e para reestabelecer os minerais presentes nos dentes. Porém, se a quantidade de açúcar presente for muito grande, a saliva acaba não sendo suficiente.

Para evitar que coisas assim aconteçam, a Organização Mundial da Saúde recomenda que a redução de açúcar seja feita em, no máximo, 10% das calorias ingeridas diariamente, o que corresponderia a 10 colheres de chá de açúcar.

E outra recomendação importante é não dormir sem antes escovar os dentes. O período que você está dormindo, é o maior período do dia que você estará à mercê da ação das bactérias da sua boca.

Fazer bochecho com uma quantidade muito grande de água após a escovação pode causar problemas

A grande quantidade de líquido acaba removendo o flúor deixado nos dentes pela utilização do creme dental.

Mas, é importante lembrar que só quem apresenta uma maior propensão a ter cáries que precisa reduzir a quantidade de água na hora dos bochechos.

Outra dica importante para não diluir o flúor na hora da escovação é não passar a escova na água logo após a aplicação do creme dental na mesma.

Cáries não são transmissíveis

Existem pessoas que acreditam que as cáries podem ser transmitidas por meio do beijo, ou quando dividimos um copo com alguém. Mas isso não é verdade.

Toda essa crença baseia-se naquele fator citado anteriormente, de que as bactérias são as únicas responsáveis pelo desconforto causado pelas cáries.

De acordo com a ciência, as cáries não são transmissíveis, e pra erradicá-las ou evitá-las, tudo irá depender somente da sua higiene bucal e da dieta realizada.

Não custa nada reforçar: o agente redutor das cáries é o flúor, que poderá estar presente no creme dental utilizado, na água tratada e também pode ser aplicado diretamente nos dentes no consultório.

Escovar os dentes mais vezes que o habitual não significa que você está mais protegido

O flúor presente no creme dental ajuda no combate à cárie, isso é bem verdade. E, aliado a isto, a ação mecânica causada pela escovação também dificulta no aparecimento das tão temidas cáries.

Mas, isso não significa que você precisa escovar os dentes quinhentas vezes por dia.

Pesquisas analisaram os efeitos da higienização realizada antes das refeições, e puderam apontar que não existe uma maior vantagem para aquelas pessoas que possuem este hábito.

O ideal é realizar a escovação após as refeições para que gere algum efeito, fazer isso antes não tem comprovação alguma de que seja eficaz.

Vale ressaltar também que, escovando os dentes após as refeições, você garante ao menos três escovações diárias, o ideal recomendado por profissionais.

Escovar os dentes duas vezes ou mais diariamente, reduz em até 70% os riscos de desenvolver cáries.

Cuidados que devem ser tomados na hora da escovação

A higienização oral não limita-se apenas à escovação. A utilização de antissépticos bucais, fio dental e escova interdental também é muito importante.

Todas essas etapas são de extrema importância para prevenir cáries e outras doenças na gengiva.

A TePe conta com uma gama de produtos, além das escovas dentais de uso diário, que irão auxiliar você neste processo tão cuidadoso e tão importante.

Em nosso site você pode encontrar produtos que vão desde as escovas de dente convencionais, até escovas interdentais e limpadores de língua.

Todos os nossos produtos apresentam uma qualidade muito bem reconhecida no mercado, nossas escovas contam com a variação de cerdas que vão desde as macias até as extra macias, tudo pensando no conforto e bem-estar de quem irá utilizá-las, sem perder a qualidade e boa funcionalidade.

Não deixe de visitar o dentista

Para a correta prevenção das cáries e de qualquer outro problema bucal/odontológico, é ideal que mantenha uma frequência de até 3 visitas por ano ao dentista.

Durante uma única avaliação é possível que o dentista identifique o aparecimento, mesmo que inicial, de cáries e placas bacterianas, e logo inicie o processo de remoção por meio de limpezas.

Além de tudo isso, uma consulta odontológica poderá permitir a identificação de outros problemas bucais em estágio inicial, evitando complicações futuras nos seus dentes e gengiva.

Esclarecemos suas dúvidas? Então, entre em contato conosco no site para adquirir nossos produtos que irão te auxiliar no combate contra as cáries.

 

Posts Recentes

Deixe um comentário